sexta-feira, setembro 01, 2006

TAKE IT EASY...I´M EASY


...a águia que confunde-se conosco, como ela nós não somos como apologistas de limitações, somos amantes da liberdade fragmentada e consciente
Take it easy …’cause I’m easy!!


Escrevo para falar da liberdade
Que novamente se apossa de mim
Do nostálgico soletrar da saudade
Que nosso ego ora preza ora despreza

Mas, é a expressão das incertezas
Que mais uma vez me atormenta
E atormenta cada pedaço em mim

Enquanto isso eu, eu suplico por ti
Nesse desejo de fazer do teu ego
Sangue de minhas próprias artérias

Mas nesta simbiose do querer
Persiste a nervura do paradoxo
Desse desejo muitas vezes desprezível...
Mesmo assim, eu insisto em querer

E soletro a dor que ainda sinto na veia
Já anestesiada pelo dia que morre
Carregando consigo a sensação de perda
Impotência... mesmo assim escrevo

Escrevo versos da saudosa ousadia
Incompreensível aos inocentes
Deleite para nós os inconsequentes

Nós, os apologistas da tal liberdade
Que nosso ego ora preza ora despreza
Mas eu, eu simplemente escrevo...

[Soletro ...]




AMathaya. BH 2004-05-16. 10:45 PM “Take it easy””

2 comentários:

Olho Atento disse...

Olá! Bem vinda e és bem recebida pelos "bloggeiros" angolanos, EU um deles. Espero que esta semente dê frutos e muitos frutos. Sou o Soberano Canhanga do "olhoatento".

kandjila disse...

esses seus fragmentos de ti, continuam em cintilações poéticas, que cantam a busca da uniformidade dos famintos de bem viver e de razão de ser, não é?
ou é o canto de uma vida q se alegra em lágrimas silenciosa na euforia dos ajustes e desajuste que esse mundo se mostra jazendo na filosofia de desenvolvimento não sei de quê?
mas uma coisa, tu Mathaya mostras o alvorecer holístico de vidas desejosas de paz, amor, graça, mansidão!
KANDJILA