terça-feira, janeiro 08, 2008

BIOGRAFIA

Juntar cacos
De uma fantasia desfeita
E voltar a sonhar
Com novas fantasias

Com versos proliferando
O coração que ama

Recosturar a biografia
Emergida do Sonho
De uma dura realidade

Deixar fluir ares mais amenos
Ares que reflictam o amanhã

Juntar cacos
Reconjuga-los no plural
Exorcisar da biografia
Todo passado

Sem dor, sem ressentimento
Deixar fluir novos sentimentos

Voltar a palmilhar cada espaço
Voltar a ser meninva

Sonhar, viver, amar...

2 comentários:

MESUMAJIKUKA disse...

Ou tu escreves o que eu penso/vivo ou tu escreves aquilo o que o povo quer. O que o povo sente, pois eu sou do povo.
Abraço

ANNA MATHAYA disse...

Olá Luciano
Por mais que não sejamos do povo, dele acaba sendo nascendo nossa inspiração. Abraços