segunda-feira, julho 12, 2010

... ainda processando as perdas, de meu pai, de tí... assisto meu cérebro
borbulhar enquanto meus dedos se perdem no teclado, e o pensamento
me leva a um estado anormal, longe da insanidade que me inspira... e fico sem letras, dedos vazios sobre o teclado, simplesmente paro...e busco a aceitação de minhas múltiplas determinações...

4 comentários:

KImdaMagna disse...

-Levar nas veias da mão, o espírito da noite, num fundo rego, nossa própria carne em feroz transparência, ir pela chuva acima até à nossa infância, e intato, em peso, todo o perfume em brasa, coração ileso-.

Xaxuaxo

L.S. Alves disse...

Num caso desses tudo que posso oferecer é um abraço.
...
sulgi

***Thy*** disse...

Ameiiiiiiiii seu blog...na verdade ainda não li nada direito, mas tava procurando uns blogs diferentes...e achei o seu.Falow Fi.

Fabiola Cangussu Comenta disse...

MUITO BOM O BLOG. GOSTEI DO TEXTO. INTELIGÊNCIA SE FAZ PRESENTE NESSE ESPAÇO.